17 de setembro de 2008

Crítica: Little Ashes

A Raindace Filme tem uma crítica sobre Litthe Ashes, um filme que relata a relação entre Salvador Dali e Federico Garcia Lorca.




Breve Sinopse
Amor. Arte. Traição… Little Ashes traz à vida a longa – oculta, altamente controversa relação entre os jovens Salvador Dali e o condenado poeta Federico Garcia Lorca.

CríticaPaul Morrison é o mais recente recurso do ‘Wondrous Oblivion’ (maravilhoso aquecimento) desde 2003, proporcionando-nos um fascinante relato de três dos principais artistas do seu tempo: Salvador Dali, Luis Buñuel e Garcia Lorca. Little Ashes acompanha um jovem Salvador Dali desde a sua vida na Residência de Estudantes, conduzindo a sua relação dinâmica com o poeta Federico Lorca e de suas crescentes paixões passageiras uns com os outros. Os disparos das paisagens pitorescas da Espanha por si só fazem Little Ashes um espetáculo nada miserável.

Definir um calendário que abranja todas as raízes do fascismo para o início da ditadura do General Franco, Little Ashes retrata um amor no tempo em que a homossexualidade era considerada imoral – um ponto especialmente reforçado por Matthew McNulty na imagem surrealista do cineasta Luis Buñuel, um homem tristemente célebre por seu desprezo em relação ao assunto.

Apesar do seu pequeno papel no filme Harry Potter, Robert Pattinson traz Dali para a tela com precisão, a irreverente e excêntrica personalidade que seria de esperar de um dos criadores do movimento de vanguarda da Espanha. No entanto, é o iniciante Javier Beltrán que rouba a cena como Garcia Lorca, cuja dor e anseio é minuciosamente retratada e sempre fraco, mas nunca exagerado.

A interpretação dos longos rumores do relacionamento entre Dali e Lorca já causara polêmica entre historiadores, com Dali tendo previamente alegado ter rejeitado os “avanços” de Lorca. Little Ashes foi alvejado por 1,4 milhões no orçamento principalmente em Barcelona, e surge como a discussão da natureza das relações dos três homens formados, apesar de ficar uma interpretação poética e deslumbrante.

Clique aqui para ler o original em inglês.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário

Páginas